quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Seu depoimento

Vou te ajudar a sentir...
Seu salário dá pra viver, pra sobreviver e depois do dia 15 você já entra no vermelho. Você compra suas coisas parcelado, não sobra dinheiro no mês. Você dá um jeito e no final nem sabe muito bem como tem o que tem e muitas vezes nem porque tem. Chove. E nada do que você tem serve pra fazer parar. A água sobe. Será que a culpa é sua? Por que você mora aqui? Tenta dar um jeito. Não dá mais. Na sua frente suas coisas estragam. A chuva diminui. Amanhece. Você não tem como ir trabalhar. você não tem suas coisas. Não sobra dinheiro no mês. Não estava pago. Você não tem plano de saúde, não tem seguro, não tem. Você vira estrela, todo mundo se comove. Mas esses ainda tem Tv pra ver você. Você não tem limite suficiente no cartão de crédito. Seu nome não está limpo. Sua renda não é suficiente pra conseguir um carnê. Seu chefe entende, mas quer você no trabalho amanhã. Seus pés estão com lama. Você não tem onde dormir. Você está cansado. Você está sem forças. Você tem que limpar. Você não devia morar aqui. Mas quem deixou? Você grita, todos vêem. Todo mundo sabe. Ninguém faz nada. Você tem apoio. Sua foto está nas redes sociais. Você está sozinho na lama. Dizem que vão te ajudar. Você quer acreditar. Você acha que não. Você vai adiante. Não dá pra parar. Chega a noite. Você não tem onde dormir. Você está cansado. Você tem que limpar. Começa a chover. Mais uma vez você está na TV. Todo mundo se comove. Mas esses ainda tem TV pra ver você.